3 principais fatores de atrasos em projetos ágeis

7 fev 2022 | Lean Inception

A Lean Inception é um excelente método para alinhar equipes na construção do produto certo, tudo isso de forma ágil e eficaz. Com a definição do Produto Mínimo Viável (MVP), você e sua equipe estarão alinhados e com muito aprendizado sobre o produto e as condições necessárias para validar as hipóteses e verificar qual a melhor direção a seguir.

Vale lembrar que, no momento de identificação do MVP, não precisa estar tudo em perfeitas condições. Isso reflete uma característica importante ao realizar uma Lean Inception: a flexibilidade, pois se define o que é necessário e não o como ou em quanto tempo e, diante disso, o time tem autonomia para fazer ajustes no período.

No entanto, mesmo com toda essa flexibilidade de alinhamento e decisão do que fazer no Canvas MVP, com a proposta, personas, suas jornadas, funcionalidades, resultados esperados e métricas para validar as hipóteses, muitos projetos atrasam. Os principais motivos para que isso aconteça são:

1) Falta de alinhamento sobre datas e entregáveis

2) Atraso da Sprint Zero

3) Troca de pessoas no time

Veja, a seguir, mais detalhes sobre esses três motivos. Se alguns deles estiver ocorrendo em sua organização, reúna e alinhe o seu time logo para corrigir o problema.

Falta de alinhamento sobre datas e entregáveis

Um grande medo das pessoas desenvolvedoras que irão criar determinado produto está em dizer quanto tempo isso vai levar. Por mais que no preenchimento do Canvas MVP a equipe não queira estimar o tempo de entrega, é fundamental que haja o alinhamento de expectativas sobre esse assunto.

Isso vai evitar atrasos nos projetos e, ainda, alinhará a comunicação entre todo o time, fazendo com que não aconteçam ruídos durante a Lean Inception: a pessoa desenvolvedora imaginando que tem cerca três meses para a entrega do MVP e os stakeholders já acreditando que o mesmo será feito em um único mês.

Atraso da Sprint Zero

O segundo maior erro está relacionado ao atraso na Sprint Zero. Ela representa o tempo necessário para realizar todas as tarefas de set-up, ou seja, tudo o que precisa ser feito antes de começar a trabalhar efetivamente nas funcionalidades do seu MVP, tudo conforme a sua realidade, o contexto no qual você está inserido.

Nesse cenário, muitos times consideram ser muito tranquilo em suas organizações fazer a Sprint Zero, que leva uma semana, e, na prática, percebem uma realidade bem diferente, levando um mês, por exemplo, para que as pessoas pudessem trabalhar nas funcionalidades do MVP.

Troca de pessoas no time

Sabemos que mudanças existem nos times e em qualquer organização. No entanto, é muito importante considerar que, se isso acontecer durante a Lean Inception, vai acarretar atrasos na entrega do seu projeto.

As pessoas que estão participando de uma Lean Inception e criando o Canvas MVP é que estão alinhadas e irão colocar a “mão na massa” e criar aquela solução. Não pode ser uma outra pessoa que não participou do processo desde o início.

Em outros casos, acontece a decisão do MVP por uma equipe e outro time fica responsável pelo trabalho. Isso também é um grande erro, pois como alguém que não estava presente em todo o contexto vai fazer isso?

Vai haver atrasos, pois será necessária a realização de onboarding junto a essa nova pessoa do time visando alinhar todos novamente na construção do produto.

Dica final

Quer saber como guiar o processo de estimativa de projetos ágeis em uma Lean Inception? Então, siga essas nove dicas que irão facilitar, e muito, esse processo:

1) Crie o sequenciador de funcionalidades;

2) Selecione algumas funcionalidades como exemplo e amostragem;

3) Descreva as tarefas de cada funcionalidade, tudo o que precisa ser feito para a entrega com qualidade no seu contexto;

4) Agrupe as tarefas por tamanho;

5) Decida o tempo para cada tamanho de tarefa;

6) Calcule o tempo médio;

7) Faça o cálculo da capacidade da equipe;

8) Decida o tempo da Sprint Zero;

9) Esclareça as datas e os incrementos.

Portanto, a questão da estimativa do tempo de entrega deve, sim, ser um tema trazido e conversado em sua Lean Inception. Não tenha medo de estimar! Não tenha medo de dizer o quê e quando você vai entregar. Não veja esse assunto como um “bicho de sete cabeças”, mas como algo que precisa ser levado em conta, tendo em vista inúmeros problemas que podem surgir e vir a atrasar os seus projetos ágeis como visto anteriormente.

Gostou deste conteúdo?

Na Caroli.org há, dentre outras coisas, diversos materiais relacionados ao tema e muitas opções de treinamentos. Acesse agora o nosso site e dê continuidade ao seu processo de conhecimento e aprendizado.

Caroli.org

A Caroli.org, com um excelente time e a integração de pessoas autoras, treinadoras, parceiras e demais colaboradoras, tem como missão principal compartilhar conhecimento e, dessa forma, contribuir para a transformação de um mundo melhor. Veja mais detalhes sobre nossos Treinamentos autorais e exclusivos, nossos Livros e muitos outros conteúdos em nosso Blog.
Quando fazer uma Lean Inception?

Quando fazer uma Lean Inception?

É comum empresas ou times ágeis terem dúvidas sobre quando fazer uma Lean Inception. São muitas perspectivas acerca desse tema e, neste texto, nós vamos conferir algumas!   Lean Startup e Lean Inception Dual track development e Lean Inception Projeto inovador e...

ler mais

Pin It on Pinterest

X
X
X