Por que os primeiros Projetos que usam Métodos Ágeis falham?

31 jan 2024 | Gestão de Produtos

Por Annelise Gripp*

Quando falamos em Métodos Ágeis, você com certeza já ouviu falar que o “Ágil” não deu certo naquele ou outro projeto…

Mas as pessoas nunca contam a história toda, ponta a ponta, sobre o que aconteceu com os projetos. Não comentam, porque é muito mais fácil rotular o erro do que se aprofundar no assunto, considerando as falhas e as melhorias que deveriam ter sido feitas durante o projeto.

Porém, profissionais que trabalham com desenvolvimento de projetos há anos, utilizando várias metodologias, conseguem perceber as falhas de um projeto, quando usam um novo método, com mais clareza e simplicidade devido seu expertise.

Abaixo, descrevo os principais motivos de um projeto falhar na primeira tentativa de usar o Método Ágil:

    • Não capacitar os profissionais que participarão do Projeto a usar o Método Ágil;
    • Não envolver os profissionais técnicos (desenvolvedores, tester, infra, dba´s) nas dinâmicas de descoberta e concepção do projeto;
    • Planejar as atividades que serão realizadas durante as iterações sem prever carga horária dos profissionais, ausências, feriados, recessos, dependências técnicas e de profissionais de outros times;
    • Não documentar o que é realmente importante nos projetos, como as regras de negócio, infraestrutura, features e budget;
    • Não blindar o time contra troca dos profissionais durante o projeto, sem conhecimento prévio e planejamento;
    • Micro gerenciar as atividades e os profissionais do projeto diariamente;
    • Realizar entregas que podem ser experimentadas pelos usuários/clientes;
    • Entregas realizadas na data, mas cheias de bugs e problemas;
    • Falta de comunicação do gestor de projeto com o time e com os executivos;
    • Entrega do projeto focada na quantidade de features e não no valor.

Como podem ver, o que pode funcionar na gestão de projetos usando alguns métodos, pode não funcionar na Gestão Ágil de Projetos. O Método Ágil enfatiza muito o comprometimento e o relacionamento das pessoas que trabalham juntas, a troca, a comunicação. A cultura também pode ser um aliado ou um inimigo. É bom ficarmos atentos!

Portanto, a Gestão Ágil de Projetos é fácil de aplicar, de aprender e de trabalhar. Mas, ao longo da realização dos projetos, vamos errando, corrigindo e adaptando. Pode trazer algum desconforto inicial se você não está acostumado com mudanças, num curto período inicial. Com 1 mês de correções e adaptações no processo, você já vai ver valor nas entregas.
 

Treinamento sobre Gestão Ágil de Projetos

A autora, junto à Caroli.org, está organizando um Treinamento sobre o tema. Se você tem interesse em aprender com muitas dinâmicas para ajudar a extrair as necessidades, auxiliar no planejamento e execução de projetos, inscreva-se agora mesmo e receba em primeira mão as informações sobre a primeira turma.
 

Sobre a autora

Annelise Gripp: Há 28 anos, trabalha com Engenharia de Desenvolvimento de Software. Nos últimos 15 anos, se dedicou a agilidade, onde projetos, produtos e pessoas desenvolvem um trabalho juntos, com foco na qualidade da entrega. Hoje, como Consultora e Especialista em Transformação Digital e Ágil, seu trabalho consiste em expandir, compartilhar e aplicar seus conhecimentos, habilidades e experiências nas empresas públicas e privadas.

Caroli.org

A Caroli.org, com um excelente time e a integração de pessoas autoras, treinadoras, parceiras e demais colaboradoras, tem como missão principal compartilhar conhecimento e, dessa forma, contribuir para a transformação de um mundo melhor. Veja mais detalhes sobre nossos Treinamentos autorais e exclusivos, nossos Livros e muitos outros conteúdos em nosso Blog.
Gestão Ágil de Projetos

Gestão Ágil de Projetos

Neste artigo, a autora Annelise Gripp aborda o tema da Gestão Ágil de Projetos e destaca, entre outras coisas, como esse modelo de gestão flexível, simples e fácil de aplicar pode auxiliar você e sua organização.

ler mais
Triple Track Development: Inovação Empresarial através de Descoberta e Entrega Contínua

Triple Track Development: Inovação Empresarial através de Descoberta e Entrega Contínua

Triple Track Development, compreendendo Estratégia de Negócios, Descoberta e Entrega, revoluciona o desenvolvimento de produtos. As metas trimestrais substituem os planos anuais, garantindo adaptabilidade. Continuous Discovery investiga profundamente as necessidades do usuário, enquanto Continuous Delivery transforma rapidamente ideias validadas em produtos. Esta abordagem sincronizada promove uma colaboração sem precedentes, impulsionando as equipas para o sucesso coletivo. Não é apenas uma metodologia; é uma vantagem estratégica que permite às empresas inovar rapidamente no mercado dinâmico de hoje.

ler mais

Pin It on Pinterest