🥳  No mês de Aniversário da Caroli.org, você estuda com 30% off usando o cupom: 7ANOSCAROLI. Escolha o seu treinamento!

Precisa de ajuda para escolher o seu
treinamento ou tem alguma dúvida?

Filosofia MVP e a Crença Verdadeira Justificada

TAG:

Ultimamente, tenho ouvido e lido sobre filosofia e me deparei com uma teoria que me fez pensar sobre desenvolvimento orientado por hipóteses, Produto Mínimo Viável (MVP) e validação.

É credenciado a Platão, por volta de 369 a.C, com o nome de Crença Verdadeira Justificada. Os escritos sobre isso vão para uma exploração filosófica muito mais profunda, mas tomei a liberdade de simplificá-lo e trazê-lo para o meu mundo Lean Inception.

Você só pode afirmar que algo é verdadeiro se:
– Você acredita que é verdade
– Você pode validar que é verdade
– É verdade

´Você acredita que é verdade´. Basicamente, você tem que formular a afirmação para uma crença sobre algo ser verdade. Por exemplo: Acredito que venderei mais produtos se mudar a cor do botão ‘Comprar agora’ de azul para amarelo.

´Você pode validar que é verdade´. Aqui, é quando você planeja validá-lo. Você trabalha sua hipótese para que possa ser provada com alguma evidência. Por exemplo, realizo testes AB com os botões azul e amarelo e coleto métricas de quantas vendas são realizadas por cada cor de botão.

´É verdade´. A crença original (fundo amarelo vai vender mais) foi validada. As métricas coletadas fornecem evidências sobre isso.

Não sou de forma alguma capaz de continuar a explicação filosófica sobre esta teoria (na verdade, você pode encontrar mais filósofos, como Voltaire que a levou adiante com grandes textos e pensamentos sobre este tópico).

Mas, eu gosto de alguns dos diagramas que encontrei na leitura sobre este tópico. Então, criei o meu próprio para explicá-lo nas lentes do desenvolvimento orientado por hipóteses, MVP e Lean Inception (o workshop que desencadeia esse tipo de conversa).

Vamos começar.

Qualquer coisa é verdadeira ou falsa. Isso é simples. Difícil discordar. No círculo laranja, tudo o que é verdadeiro; fora do círculo, falso.

Agora vamos considerar as crenças. No círculo azul estão as coisas que você acredita serem verdadeiras. Fora do círculo estão as coisas que você acredita serem falsas.

Agora, vamos falar sobre coisas validadas. No círculo rosa, estão as coisas validadas. Coisas que foram validadas. Existem números, métricas, evidências que trazem alguma luz (validação) para isso. Fora do círculo, coisas que não foram validadas.

Espero ainda ter você comigo. Até agora, tudo bem. Círculos simples. É dentro ou fora. Verdadeiro ou falso. Acredito nisso ou não. Validado ou Não validado.

Agora, vamos ver uma combinação de dois desses círculos.

Algumas coisas que você acredita serem verdadeiras são realmente verdadeiras. Outras são falsas. O ponto é como descobrir se algo que você acredita ser verdade é realmente verdade ou não?

Se você não fizer nada a respeito, é apenas uma opinião, uma suposição, sua crença de que algo é verdade. Você pode estar certo, você pode estar errado.

Se for realmente importante para você, você deve encontrar uma maneira de validá-lo; o que nos leva a outra combinação de dois desses círculos.

Você tem sua crença de que algo é verdade. E aí estão os resultados, as indicações, as provas incontestáveis ​​que mostram bem claro: é verdade ou é mentira.

Você deve encontrar uma maneira de validar sua crença. No mundo do Lean Startup, Lean Inception e desenvolvimento orientado por hipóteses, isso tem um nome: o Mínimo Produto Viável (MVP): a maneira mais simples de você validar sua hipótese, sua crença.

Em nosso exemplo: considere um Teste AB, um mecanismo simples que mostra um botão ´Comprar agora´ azul ou amarelo na página do produto (cada vez que a página do produto é renderizada, ela mostra uma cor de botão diferente). Logo, você consegue rastrear o número de vendas por cor de botão.

O resultado: uma crença validada. Você construiu o MVP, o mínimo para validar sua crença. Você tem os resultados, as evidências. Agora, e somente agora, você deve juntar os três círculos (finalmente a Crença Verdadeira Justificada, as três afirmações apresentadas anteriormente: eu acredito, eu valido, é verdade!)

Agora, vamos ver tudo isso juntos. Estes círculos de um Diagrama de Venn. Eles estão todos interconectados e isso trará algumas áreas interessantes para conversarmos.

G. Coisas que são verdadeiras. Você não acredita que eles são verdadeiros. E não há validação sobre eles.

E. Coisas que você acredita serem verdadeiras, mas são falsas. Infelizmente, não há validação disso.

F. Coisas que foram validadas como falsas. Embora você nunca tenha formulado nenhuma hipótese ou plano para validá-los.

D. Coisas que você acredita serem verdadeiras e são verdadeiras. Infelizmente, não há validação. Você só tem suposição, não há evidências que provem que você está correto

B. Coisas que você pensou serem verdadeiras, mas são falsas. Você foi capaz de validá-los como falsos. Você adquiriu um grande conhecimento. Sua crença estava errada. você aprendeu, você pode tentar algo diferente. No jargão do Lean Startup, você deve pivotar.

C. Coisas que foram validadas como verdadeiras. Mas elas foram validadas por acaso, pois não estavam em sua crença. Você nunca formulou nenhuma hipótese ou planos para validá-los.

A. Coisas que foram validadas como verdadeiras e você pensou que seriam verdadeiras. Você formulou uma hipótese, um plano para validá-los. Você fez isso e agora tem provas disso. Você adquiriu grande conhecimento: sua crença estava certa. Você deveria ir mais fundo, explorar mais! Aqui está o lugar tão desejado, a crença verdadeira justificada. Você acreditou, você validou, é verdade. Bom trabalho!

Mas, por que eu entrei nessa conversa filosófica com esse diagrama colorido?

Como facilitador da Lean Inception, trago um grupo de pessoas para entender melhor suas crenças e como validá-las.

Não há bala de prata. Não é como se você tivesse uma crença e magicamente você vai provar que está certo, é verdade. Não é como se você tivesse uma ideia e magicamente ela vai funcionar e seu produto ou solução vai ser um grande sucesso.

Você tem uma grande ideia, tem que formular a visão, pensar grande. Mas precisa começar pequeno, validar cada hipótese, cada suposição. Você precisa começar pequeno. Você precisa alinhar e decidir o MVP.

O MVP é exatamente para isso. O MVP ajuda a validar sua ideia. Isso o levará da área de crença apenas (E) para a área de crença validada (A e B)

Você cria o MVP e obtém os dados de uso, o aprendizado e as métricas que o ajudam a validar sua hipótese. Você obtém evidências se sua crença está correta ou errada (áreas A ou B no diagrama). E é exatamente disso que você precisa para seguir em frente. Você deve desenvolver seu produto e solução com base na crença verdadeira justificada.

Você tem uma suposição? Então formule o MVP, construa e obtenha evidências para validar sua hipótese. Se o resultado for na área B (ops… não é verdade), você pivota, tenta de novo, até chegar no centro, na área A (a crença verdadeira justificada: crença, validada, verdadeira!).

 

Gostou deste conteúdo?

Paulo Caroli

Paulo Caroli é um consultor, autor e palestrante altamente respeitado, conhecido por criar a metodologia Lean Inception. Como autor de cinco livros influentes sobre agilidade nos negócios, incluindo o best-seller Lean Inception, ele traz uma vasta experiência prática para seu papel como Inception & OKR advisor na Thoughtworks - Expert in Product and Project Inception, Advisor on Team OKR. Paulo está profundamente envolvido em workshops estratégicos, desenvolvimento de produtos digitais e na orientação de equipes sobre agilidade nos negócios e estratégia de produto.
O Canvas MVP

O Canvas MVP

Construir produtos de muito sucesso, reduzindo tempo, uso de recursos e alinhados às necessidades dos usuários, é o desejo de qualquer organização ou negócio. Neste artigo, o criador do método Lean Inception, Paulo Caroli, traz a você mais detalhes sobre o Canvas MVP, importante ferramenta utilizada para validar ideias de produtos.

ler mais
Construir ou Comprar MVP: Matriz para tomada de decisão

Construir ou Comprar MVP: Matriz para tomada de decisão

O artigo “Construir ou Comprar MVP” ajuda na decisão crucial de desenvolver ou comprar software para novos empreendimentos, enfatizando a rápida validação de ideias de negócios. Ele apresenta uma matriz de decisão e uma ferramenta Excel para ajudar as partes interessadas a pontuar e comparar opções, garantindo que a decisão de construir ou comprar esteja alinhada com os objetivos estratégicos e operacionais. Essa abordagem promove um processo de tomada de decisão colaborativo e baseado em dados.

ler mais
Determinismo Ágil: A Influência de Team OKR, Lean Inception e PBB

Determinismo Ágil: A Influência de Team OKR, Lean Inception e PBB

Neste artigo, exploramos a teoria do determinismo causal no contexto dinâmico das times ágeis. Discutiremos como as ações e escolhas estratégicas afetam o destino de um time ágil, aplicando os conceitos de Team OKRs, Lean Inception e Canvas PBB. Aqui, o “Determinismo Ágil” é apresentado como uma cadeia de eventos interligados e essenciais para o sucesso da sua equipe

ler mais

Pin It on Pinterest