🥳  No mês de Aniversário da Caroli.org, você estuda com 30% off usando o cupom: 7ANOSCAROLI. Escolha o seu treinamento!

Precisa de ajuda para escolher o seu
treinamento ou tem alguma dúvida?

Lean Inception seguida pelo PBB

TAG:

“Como é que eu faço a junção do Lean Inception com o PBB?”

Os dois métodos podem ser usados separadamente, mas a melhor opção é fazer o “casamento” dos dois e aproveitar o melhor de cada um! A melhor opção é você fazer a Lean Inception e depois o PBB. E sabe o porquê?

Bom, quando eu, Paulo Caroli, vi o PBB pela primeira vez, eu disse: “Fabio, você resolveu o meu problema!”

Porque, com a Lean Inception, eu chego até o nível de funcionalidades. E eu deixava isso nas mãos da PO. Mas agora, com o PBB, damos o passo seguinte da Lean Inception, que é justamente quebrar essas funcionalidades em itens de backlog e escrever as histórias dos usuários. De forma colaborativa, sem deixar toda responsabilidade somente com a PO.

Então como fica o PBB como passo seguinte da Lean Inception?

Lembre-se que como saída da Lean Inception nós temos o Canvas MVP. Logo, na hora de fazermos o PBB, já teremos algumas informações que foram encontradas durante a Lean Inception, como as personas e as funcionalidades.

Sobre as funcionalidades, há algo muito importante: já teremos elas priorizadas no sequenciador, ou seja, saberemos a ordem de entrega através dele.

Então é possível utilizar as informações do sequenciador e do canvas MVP e levar para o PBB.

No PBB, para cada uma das primeiras funcionalidades, anotamos explicitamente sobre os respectivos benefícios e/ou problemas que resolvem. Depois aplicamos o Step Maps para quebrar cada uma dessas funcionalidade em itens menores, ou seja, itens de backlog.

Logo, aplicamos o COORG para fazer uma priorização e um plano de entrega a nível de Sprints. E ainda temos a oportunidade de (facilmente) escrever os PBIs — Product Backlog Itens — no formato de Histórias do Usuário.

No final, eu consigo trazer as informações lá da Lean Inception, quebrar em itens menores e fazer um plano de entrega a nível de Sprints. É exatamente nesses dois últimos pontos que o PBB vai ajudar, essa é a ferramenta que vai escrever e priorizar os itens do backlog, além de informar com maior clareza quantas Sprints serão necessárias para a entrega desse MVP.

Depois de feitos a Lean Inception e o PBB, eu posso entregar com Sprint, com Scrum, com o Kanban etc. A partir daí, é o refinamento contínuo desse backlog! É focar em criar o melhor ambiente para o trabalho da equipe, Sprint a Sprint.

 

>> Você também tem usado o PBB após a Lean Inception? Confira as respostas no LinkedIn.

 

 

Paulo Caroli

Paulo Caroli é um consultor, autor e palestrante altamente respeitado, conhecido por criar a metodologia Lean Inception. Como autor de cinco livros influentes sobre agilidade nos negócios, incluindo o best-seller Lean Inception, ele traz uma vasta experiência prática para seu papel como Inception & OKR advisor na Thoughtworks - Expert in Product and Project Inception, Advisor on Team OKR. Paulo está profundamente envolvido em workshops estratégicos, desenvolvimento de produtos digitais e na orientação de equipes sobre agilidade nos negócios e estratégia de produto.
O Canvas MVP

O Canvas MVP

Construir produtos de muito sucesso, reduzindo tempo, uso de recursos e alinhados às necessidades dos usuários, é o desejo de qualquer organização ou negócio. Neste artigo, o criador do método Lean Inception, Paulo Caroli, traz a você mais detalhes sobre o Canvas MVP, importante ferramenta utilizada para validar ideias de produtos.

ler mais
Construir ou Comprar MVP: Matriz para tomada de decisão

Construir ou Comprar MVP: Matriz para tomada de decisão

O artigo “Construir ou Comprar MVP” ajuda na decisão crucial de desenvolver ou comprar software para novos empreendimentos, enfatizando a rápida validação de ideias de negócios. Ele apresenta uma matriz de decisão e uma ferramenta Excel para ajudar as partes interessadas a pontuar e comparar opções, garantindo que a decisão de construir ou comprar esteja alinhada com os objetivos estratégicos e operacionais. Essa abordagem promove um processo de tomada de decisão colaborativo e baseado em dados.

ler mais
Determinismo Ágil: A Influência de Team OKR, Lean Inception e PBB

Determinismo Ágil: A Influência de Team OKR, Lean Inception e PBB

Neste artigo, exploramos a teoria do determinismo causal no contexto dinâmico das times ágeis. Discutiremos como as ações e escolhas estratégicas afetam o destino de um time ágil, aplicando os conceitos de Team OKRs, Lean Inception e Canvas PBB. Aqui, o “Determinismo Ágil” é apresentado como uma cadeia de eventos interligados e essenciais para o sucesso da sua equipe

ler mais

Pin It on Pinterest